SOBRE O GRUPO

Criado em 2003, pelo artista Maurício Assunção, o Grupo Estado Dramático tem uma linha de pesquisa na qual o corpo sonoro do intérprete estrutura a cena a partir da representação de sentimentos. Em seus 13 anos de existência, o grupo já levou à cena espetáculos como Casa de Ferro, Redimunho, O Principito, Cocômpostagem a mágica da transformação; além de CRI – o homem e o tempo e Valadão Muda o Mundo.

Na linha de pesquisa do grupo o corpo-sonoro dos intérpretes executam a dramaturgia do espetáculo e as nuances da encenação. O corpo e o som transbordam a linguagem expressiva cotidiana e criam ambientes e sentimentos sonoro-corporais, utilizando-se de sons guturais e melódicos, em um corpo num estado alterado e dramático, no intuito de espetacularizar a criação cênica e dar vida real a um ser, um ente. Além disso, a investigação cênica do grupo agrega a esse corpo sonoro elementos do teatro físico, do circo, da máscara e da dança.

O Grupo Estado Dramático é residente do Teatro Gamboa Nova um espaço cultural que desde 1974 promove a arte e possibilita que muitos criadores apresentem e divulguem seus espetáculos, shows, exposições, filmes e performances, sendo um pólo agregador e difusor da arte em Salvador.